Todos nós temos que estudar e nos dar bem com os professores. Ter uma boa relação, é extremamente importante para qualquer aluno.

Quando os professores e alunos mantêm um bom relacionamento em sala de aula, o aprendizado se torna mais eficiente.

Salas de aula com brigas constantes, alunos desafiando a autoridade do professor não favorecem a convivência adequada entre professores e alunos.

 

Mas, e quando essa relação sai do convívio normal?

A relação mais íntima entre um professor e um aluno, pode tornar-se um escândalo de nível mundial. Por isso, a maioria dos professores são conscientes de que tais relações são prejudiciais e podem ser danosas para ambos.

Uma professora do Texas, acabou viralizando ao cometer um ato indevido com um aluno de apenas 13 anos de idade. Além de ter assumido que manteve relações íntimas com o menor, ela acabou engravidando.

O assunto virou polêmica e vários portais espalhados pela internet divulgaram o caso.

Alexandria Vera, foi condenada a 10 anos de prisão, sob acusação de agressão agravada a uma criança. Ela se declarou culpada.

De acordo com os registro do Tribunal, a professora interrompeu a gravidez.

Durante seu julgamento, Vera admitiu que manteve relação com o menino, e que a família dele sabia e apoiava o relacionamento.

Seu advogado de defesa tentou alegar que Vera havia passado por muitos traumas e por isso sentia necessidade de se sentir amada, mas nada disso foi favorável para ser absolvida.


No celular de Vera, foram encontrados diversos conteúdos pornográficos, que mostravam claramente que Vera também cedia sua casa para crianças manterem relações íntimas.

Ela que tem 24 anos, acabou sendo libertada depois de pagar uma fiança de 100 mil dólares. Ela terá que usar um rastreador GPS, e cumprir horários, não podendo sair durante a noite, a partir das 20hs até as 7hs, diariamente.

Ela também foi proibida de chegar perto de qualquer escola, e ainda falar com qualquer criança.

A imagem abaixo, mostra Vera e sua filha de 6 anos.